Conhecimento Em Gestão Empresarial Assegura Negócio Pro

18 Apr 2019 05:05
Tags

Back to list of posts

<h1>Entendimento Em Nossa Estrat&eacute;gia Para Uma Instabilidade Econ&ocirc;mica? Duradouro E Pr&oacute;spero</h1>

<p>S&atilde;o Paulo - At&eacute; 2012, as m&iacute;dias sociais dever&atilde;o anexar mundialmente 800 milh&otilde;es de pessoas. O tempo despendido online nos blogs de relacionamento saltou de tr&ecirc;s pra 5 horas e meia por m&ecirc;s nos &uacute;ltimos 3 anos, e 7 em cada 10 adultos usam as redes pra contatos profissionais. Com toda essa atividade virtual, &eacute; normal que as quest&otilde;es de relacionamento da exist&ecirc;ncia offline migrem pro ambiente online. Um contato profissional me chamou para ser “amigo” no Facebook ou no Orkut. Um convite pra participar de Conhe&ccedil;a Estrat&eacute;gias Para Estender O Teu Neg&oacute;cio rede social &eacute; como um convite na exist&ecirc;ncia real. Voc&ecirc; s&oacute; aceita se descobrir que realmente compensa.</p>

<p>“Recusar &eacute; um correto seu”, diz a consultora de etiqueta (n&atilde;o virtual) C&eacute;lia Le&atilde;o, que oferece palestras e cursos sobre em empresas. As corpora&ccedil;&otilde;es d&atilde;o seriedade ao que se escreve nas m&iacute;dias sociais ao analisarem curr&iacute;culos? Muita. Deste jeito &eacute; interessante tomar conta de tudo o que voc&ecirc; escreve no momento em que assina teu nome embaixo.</p>

BGWD8p.jpg

<p>Se for uma empresa da &aacute;rea de tecnologia, Digital House: Como &eacute; Entender Na Coding School Que Forma Profissionais Do Futuro &eacute; ainda superior. Em raz&atilde;o de Voc&ecirc; Devia Investir Em Inbound Durante Incerteza Econ&ocirc;mica redes sociais voltadas pro servi&ccedil;o, como &eacute; o caso do LinkedIn, d&aacute; pra recusar convites? Voc&ecirc; s&oacute; aceita os convites que quiser, mesmo se for para lembrar algu&eacute;m, ou pra expor um colega a outro contato pela rede.</p>

<p>&Eacute; p&eacute;ssimo juntar assuntos pessoais e profissionais no Twitter? N&atilde;o h&aacute; mal em fazer brincadeirinhas ou artigos pessoais. Neste instante, se voc&ecirc; quer relev&acirc;ncia profissional, concentre-se na sua &aacute;rea de atua&ccedil;&atilde;o. “H&aacute; redes com perfil pessoal, como o Orkut, e outras mistas, como o Twitter. Possibilidade a que tem a visualizar com teu objetivo”, diz Rui Gianolla, da ag&ecirc;ncia Air, de m&iacute;dia digital, em S&atilde;o Paulo.</p>

<p>Qual &eacute; o crit&eacute;rio geral pra ter um blog ou perfil com o mesmo “tema” de teu servi&ccedil;o pela vida real? Pouco tempo atr&aacute;s, a Intel publicou diretrizes para funcion&aacute;rios que quiserem usar redes sociais. E deixou bem claro que seu mau uso pode p&ocirc;r em risco o futuro dos funcion&aacute;rios pela companhia.</p>

<ul>
<li>07/05/2018 17h24 Atualizado 07/05/2018 17h34</li>
<li>10 Dicas de como Fidelizar Clientes Para Sua Empresa</li>
<li>quatro Cs de marketing</li>
<li>2/12 (Divulga&ccedil;&atilde;o/Los Paleteros)</li>
<li>1 Cursos e profissionaliza&ccedil;&atilde;o</li>
<li>Buscar excel&ecirc;ncia nos padr&otilde;es de funcionamento do Sebrae</li>
<li>Micro computador como aprendiz - o aluno ensina (programa) o computador</li>
<li>Loja &oacute;ptica</li>
</ul>

<p>A empresa incentiva a participa&ccedil;&atilde;o de seus empregados, contudo fornece a dica: “Voc&ecirc; n&atilde;o precisa denegrir nossos concorrentes nem ao menos necessita responder a todas as cr&iacute;ticas”. Um estudo feito pela consultoria americana Proof- Point com organiza&ccedil;&otilde;es com mais de 1 000 funcion&aacute;rios ilustrou que 8% agora demitiram um funcion&aacute;rio porque artigos inadequados.</p>

<p>“A persona &eacute; voc&ecirc; se p&ocirc;r na compreens&atilde;o do usu&aacute;rio, e neste local na Unifor n&oacute;s temos perfis diferentes. &Eacute; o aluno, o professor, o potencial aluno da gradua&ccedil;&atilde;o, da especializa&ccedil;&atilde;o/MBA, do mestrado/doutorado, do curso de curta dura&ccedil;&atilde;o, al&eacute;m do colaborador da universidade”, detalha, ao incluir o sucesso do modo na obten&ccedil;&atilde;o da conflu&ecirc;ncia de esfor&ccedil;os. “A corpora&ccedil;&atilde;o trouxe a expertise pela ferramenta Liferay e nessa metodologia de olhar na experi&ecirc;ncia do usu&aacute;rio”. O processo de elabora&ccedil;&atilde;o do novo portal da Unifor levou em conta in&uacute;meras tend&ecirc;ncias da internet, entretanto com metas evidentes.</p>

<p>“Um dos principais objetivos &eacute; para o jovem que vai fazer uma gradua&ccedil;&atilde;o consiga comprar o dado desejada da maneira mais clara poss&iacute;vel, a encerramento de que ele se inscreva e opte pela faculdade. Dentro disso, t&iacute;nhamos de transportar os valores e os diferenciais da Unifor por interven&ccedil;&atilde;o de uma interface amig&aacute;vel, transit&oacute;rio e r&aacute;pida”, pontua Jesus Novella, arquiteto de fun&ccedil;&otilde;es da Entelgy. Pela posi&ccedil;&atilde;o dele, o perfil da Unifor fez a diferen&ccedil;a pela estrutura&ccedil;&atilde;o do novo site.</p>

<p>“&Eacute; uma escola que tem ensino, pesquisa, extens&atilde;o, cultura, esporte e projetos sociais. Desta forma a indispensabilidade de fazer uma comunica&ccedil;&atilde;o mais assertiva”. Pra isso, a metodologia de conhecimento dos usu&aacute;rios demandou a readequa&ccedil;&atilde;o do web site com apoio pela responsividade e numa nova arquitetura de dica. “Evitamos a grande quantidade de menus que de certa maneira dificulta a localiza&ccedil;&atilde;o por por&ccedil;&atilde;o das pessoas.</p>

<p>Os menus novos e simplificados eliminam os n&iacute;veis de navega&ccedil;&atilde;o”, ressalta. O design do novo blog foi determinado com apoio na apresenta&ccedil;&atilde;o do tema acess&iacute;vel e claro. “N&atilde;o poderia ter polui&ccedil;&atilde;o, e as imagens teriam de irradiar o mesmo que o texto dos banners principais. Todos os elementos de acordo com navega&ccedil;&atilde;o por smartphone, e a toda a hora respeitando a identidade visual.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License